O que esperar do Guns N' Roses no Lollapalooza?

O Guns N' Roses estará no Lollapalooza 2020! A banda é um dos principais nomes do festival que sofreu grandes alterações pelo COVID 19... Mas o que esperar do Show desses monstros do rock ?

Cara... O Lollapalooza 2020 está prometia deixar muita gente esquizofrênica, porque a estava line estava realmente ótima. O Lollapalooza está trazendo muitos artistas interessantes e com certeza vai parar São Paulo inteiro, que vai estar em ritimo de recuperação desta pandemia.

O Guns N' Roses é uma daquelas atrações que quando você assiste, você lembra que o que está rolando ali na sua frente, vai além do um show. Esses caras compõem uma parte importante na história do rock do fim dos anos 80 para 90. E para esse Show no Lolla, teremos uma formação de integrantes não totalmente igual a original, mas pelo menos veremos o Axl e o Slash juntos no palco. Vamos lembrar um pouco da história desses artistas?


É uma história de Armas, Rosas e Sexo no Estúdio...

Estamos falando de uma banda Norte Americana que explodiu em 1987, ano marcado por diversos discos importantes para a história da música, lançando seu primeiro e imortal álbum, o Appetite for Destruction.

O legal do som do Guns é que mesmo depois de 32 anos, seus discos ainda soam de uma forma moderna. Essa é uma das magias mais interessantes do mundo da música, quando uma obra é bem feita, ela nunca envelhece. Esse fato é fruto da criatividade da banda e de uma gravação muito bem feita. O vocalista Axl Rose, sempre gravou diversos takes para seus discos, inclusive para o Appetite for Destruction. O que na época era até um problema para o resto da banda, isso sempre atrasava a finalização de masterização de álbuns.


Appetite foi o primeiro e imortal disco da banda. Além de ser responsável por lançar a banda pro mercado musical, ainda foi aclamado como um dos mais importantes lançamentos da história do rock. O disco traz canções que se tornaram clássicas e populares até hoje como "Welcome to the Jungle", Paradise City e "Sweet Child o' Mine".


O Axl Rose tinha um timbre de voz único e arranhado, naturalmente perfeito para o hard rock, e mesmo assim, sempre buscava ir além, gravando inúmeros takes. Muitas vezes isso até atrasava o lançamento de alguns discos discos.


-Hoje em dia muitos fãs reclamam que infelizmente a voz do cara já não é mais a mesma...Pois é, as consequências das noites de dr#gas e rock n roll sempre chegam-


Rocket Queen


A banda levou a sério a tal onda do rock sujo, principalmente no primeiro disco. Existe uma história famosa envolvendo a gravação Rocket Queen, a faixa na época ficou conhecida por ir além dos solos e bases rápidas de guitarra.


Ruídos sexuais e gemidos aprecem no meio da música, sendo um registro de transa gravada dentro do estúdio especialmente para a faixa. A " deliciosa arte sonora" vinha de Adriana Smith e Axl no estúdio. O grande detalhe é que Adriana era a ficante do baterista da época da banda Steven Adler...Ai ai, essas histórias do rock viu. Mas Chega de Fofoca!


Mas saindo das polêmicas, temos uma banda de hard rock com muitos integrantes icônicos, o Guns carrega a história do guitarrista Slash, que por muito anos foi o guitarrista solo da banda e é responsável pelos riffs de guitarra mais conhecidos do Rock.



Mas o que esperar do Guns no lolla?!

A maioria das pessoas quando, lembra do Guns a primeira coisa que vem na mente, é o Axl destruindo nos vocais ou dos solos quentes do Slash. Era uma banda que, transbordava energia dentro do palco, realmente existia uma apresentação artística; com tamanha entrega capaz de imprimir, músicas inteiras na sua mente por semanas.

Mas falando dos dias atuais, os shows da banda, são apenas uns caras tocando sem vida; toda a mística que envolvia os membros, parece ter desaparecido junto com a qualidade musical de cada um deles. E nada justifica, tamanho desleixo perante os fãs, que pagam caro pelo show.

Você pode até dizer: -Mas eles usaram muitos "químicos" e isso acabou com eles-

Eu te lembro meu amigo, a menos de 2 meses vimos Elton John, com 73 anos deixando o palco; chorando e pedindo desculpas, para os que o assistiam; porque não conseguiu terminar duas músicas do seu show.


Mas o que esperar do Guns no Lolla? Apesar das ultimas apresentações, estarem em um nível muito abaixo, a banda já surpreendeu, com shows muito bons quando ninguém esperava. Então vá ao show, com aquele mix de alegria, nostalgia, mas sem esperanças de encontrar a energia da banda na sua forma original:

Enérgica, rebelde e técnica.

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram